Receba novas matérias via e-mail adicionando o endereço

terça-feira, 16 de maio de 2017

BNDES e os esqueletos escondidos.


Os poucos funcionários do BNDES repudiam a forma como foi feita a Operação da Polícia Federal que conduziu alguns dos funcionários sob forma de "condução coercitiva" para depor na Polícia Federal, que investiga os supostos empréstimos favorecidos ao grupo empresarial JBS/Friboi. Segundo a grande imprensa, a presidente do Banco Maria Silvia Bastos, ficou surpresa com a Operação da Polícia Federal. 

Na ocasião da sua nomeação, a Maria Silvia Bastos, este blog fez matéria: Para Maria Silvia entrego cheque em branco, enaltecendo a sua capacidade de gerir grandes corporações e instituições públicas.  Estranharia muito se ela fosse à favor das manifestações dos funcionários desfavoráveis aos depoimentos coercitivos.  Quem não deve não teme, deveria ser o mote dos bons funcionários. 

Quanto à instituição financeira BNDES este blog fez uma matéria denunciando gestão temerária do Banco presidido pelo então Luciano Coutinho em 29 de dezembro de 2014, portanto há mais de 2 anos e meio. A matéria se referia, já no apagar das luzes do ano de 2014, o O rombo do BNDES. Nessa matéria, estimei o "risco BNDES" em R$ 1 trilhão, considerados os empréstimos concedidos às empresas com os recursos próprios e do Tesouro Nacional.  

Se fizer avaliação real do valor patrimonial do BNDES, aplicando o teste de impairment em todos os ativos, sobretudo dos empréstimos podres a receber e das participações "micos" em empresas em dificuldades, como a da Oi Telecomunicações, não se sabe exatamente em que nível de Patrimônio Líquido o Banco possui, incluindo o BNDES Participações. 

Os empréstimos "de favores" não só abrange o períodos dos governos do PT, mas de todos outros governos recentes, pós Regime Militar. Há muitos "esqueletos" escondidos nos armários do BNDES. Isto, sem contar com os empréstimos duvidosos aos países da América Latina e África dentro do programa de Exportações, com o dinheiro do BNDES. Não custa reler a matéria Lula é vagabundo. 30 obras do BNDES republicado em 29/10/2016. 

Quanto à empresa investigada pela Operação da Polícia Federal, a JBS, há mais de 3 anos que venho fazendo denúncias sobre o grupo empresarial, o maior beneficiário individual do BNDES. Vejo nesta Operação, um agravante. O atual ministro da Fazenda Henrique Meirelles, chefe da Maria Silvia do BNDES, foi um dos principais executivos da holding J&F que controla a JBS/Friboi, até assumir o posto máximo da economia do País. 

Diante dos fatos narrados acima, chega-se a conclusão de que há um "grupo de funcionários" em número expressivo que trabalha contra os interesses do BNDES. Espero que a presidente do Banco Maria Silva Bastos, não me decepcione, apoiando as manifestações dos "maus funcionários" do BNDES. Vamos separar os joios dos trigos no corpo do BNDES. A hora é agora, Maria Silvia. 

Cadeia para todos maus funcionários do BNDES e pronto!

Ossami Sakamori



5 comentários:

  1. Bom dia Professor.
    Absolutamente certo e tenho uma dúvida:
    Para quê um Banco que retira grana da população e joga para onde a população não usufruirá?.
    Fechemos TODAS as AGÊNCIAS de "FOMENTO" públicas que fazem o papel de ROBIN HOODs...só que de forma inversa!!!.
    abraços

    ResponderExcluir
  2. Vai ser difícil a Maria segurar as pontas porque há muitos petistas em cargos estratégicos lá e no Brasil, e eles não vão querer perder a "boquinha" facilmente. Maria Silva tem que desistir do cargo enquanto é tempo pois ela é honesta, do contrário os funcionários corruptos vão sujar sua reputação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel,
      Apesar de concordar contigo, ela não tem o perfil de desistir. De repente o monstro seja tão horroroso que a faça sair, apesar de duvidar que tome essa atitude.
      Acho que você está completamente certo na sua colocação ...

      Excluir
  3. Eles ocupam todos os espaços nas instituições é por isso que quando muda governo troca-se quase todos os integrantes....apenas os de maior importância para manter as mesmas práticas ficam, ou voltam mais tarde, que é o caso do Meirelles.

    ResponderExcluir
  4. É SR PRESIDENTE TEMER.
    DEIXOU UM PRATO CHEIO PARA O PT.
    IA GORA JOSE

    ResponderExcluir

Não há censura ou moderação nos comentários postados aqui.
De acordo com a legislação em vigor, o editor deste blog é responsável solidário pelos comentários postados aqui, inclusive de anônimos.